Publicado em 18 de maio de 2017 - Atualizado há 1 semana atrás

Chape pode ser punida na Libertadores

Com suspeita de jogador irregular

Chape pode ser punida na Libertadores

GAZETA ESPORTIVA

Apesar de ter vencido o Lanús, fora de casa, na última quarta-feira, e ter se mantido viva no grupo 7 da Copa Libertadores, a Chapecoense corre risco de ser prejudicada pela possível escalação irregular do zagueiro Luiz Otávio, que marcou o gol da vitória.

O jogador de 24 anos foi expulso no jogo contra o Nacional-URU na quarta rodada da competição continental e cumpriu suspensão automática durante a partida de volta da Recopa Sul-Americana contra o Atlético Nacional após ser comunicado pela própria Conmebol. Contudo, a federação sul-americana informou ao time catarinense que o atleta não deveria atuar contra o Lanús minutos antes do confronto na Argentina porque ele havia recebido gancho de três jogos. Além disso, o delegado da partida teria mostrado no seu celular a notificação expedida pela Conmebol.

De acordo com a Chape, nem ela, nem a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foram informadas oficialmente da punição. Apesar da divergência, o Furacão do Oeste bancou a sua posição e mandou o defensor a campo.

Ao término da partida, Plínio David De Nes Filho contou que, dois minutos antes do jogo, o time foi informado que Luiz Otávio não poderia atuar. O presidente da Chapecoense ainda afirmou que está tranquilo e que acredita que não haverá punições por causa da confusão.

O treinador Vagner Mancini também chegou a falar sobre a situação do zagueiro após mostrar certa resistência. “(Não recebemos) nada oficial, apenas verbal”, declarou o comandante do clube alviverde.

Compartilhe