Seleção americana recebe homenagem em parada de Nova York

Depois de conquistar o bicampeonato ao vencer a Holanda por 2 a 0 na grande decisão da Copa do Mundo Feminina, Megan Rapinoe, Alex Morgan e companhia fazem parte do New York Ticker-Tape Parade. O evento realizado nesta quarta-feira tem o objetivo de homenagear grandes acontecimentos e heróis americanos em um desfile.

Esta é a segunda vez que a seleção americana de futebol participa do evento em Nova York. Em 2015, depois de conquistar a terceira Copa do Mundo do país, as jogadoras também foram as estrelas da parada norte-americana.

Muito comum entre 1920 e 1970, as paradas de Nova York viveram o ápice entre 1950 e 1960, mas tornaram-se raras a partir de 1980. Eventos e títulos esportivos sempre tiveram espaço, mas hoje, dominam a maioria dos poucos eventos. Nos últimos 25 anos, o número de paradas relacionadas a esporte é quase igual ao realizado nos 40 anteriores.

Esta é a décima segunda vez que mulheres são as estrelas da parada de Nova York. Antes do título mundial de 2015, que rendeu a primeira parada para as jogadoras da seleção, uma mulher não recebia a homenagem há 55 anos. Os participantes da parada ressoaram o grito de pagamentos iguais, que começou com o título americano.

A seleção americana de futebol feminino conquistou a quarta Copa do Mundo de sua história depois de vencer a Holanda na decisão. Foram 26 gols marcados e apenas três sofridos nos sete jogos disputados na competição.