Por onde andam jogadores que surgiram na mesma época que Neymar e "sumiram"

Neymar completou 10 anos de carreira profissional recentemente, mas por onde andam outros atletas que surgiram na mesma época? Relembre casos de jogadores que até atuaram com a estrela da seleção no início da carreira, mas que depois sumiram.

Diego Maurício

Diego Maurício surgiu como esperança nas categorias de base do Flamengo. O atacante ficou na Gávea até 2012 e desde então rodou o mundo. Jogou na Rússia, em Portugal, na Arábia Saudita, no Bragantino e desde 2017 está no futebol sul-coreano. Ele defende o Busan IPark, da segunda divisão da Coreia do Sul.

Ciro

O atacante surgiu nas categorias de base do Sport e chegou a defender o Fluminense anos depois. Ciro ainda rodou pelo futebol brasileiro e atuou por times como Bahia, Remo e Luverdense. Depois, passou pelo futebol da Tailândia e agora defende o Tira, da Indonésia.

Saimon

O zagueiro foi revelado pelo Grêmio e, ao lado de Neymar, venceu o Sul-Americano sub-20 em 2011. O jogador deixou o time gaúcho em 2014. Depois de jogar por clubes como Figueirense e Ypiranga-RS, disputou o último Campeonato Paulista pelo São Caetano.

Romário

Romário foi outro a conquistar o Sul-Americano sub-20 de 2011. O defensor pertenceu ao Internacional, chegou a jogar no futebol português e fechou com o Metropolitano para a disputa do Campeonato Catarinense de 2019.

Zé Eduardo

Zé Eduardo começou a carreira no Cruzeiro, mas logo foi para a Europa. De 2010 a 2016, jogou na Itália e na Grécia, com passagens por clubes como Parma e Empoli. O volante ainda voltou ao Brasil e defendeu Bragantino e Boavista. Desde 2017, atua pelo Wil, da Suíça.

Zezinho

Zezinho chegou ao Santos em 2010, aos 17 anos, depois de conversar com Neymar. Porém, pouco atuou pelo clube da Vila Belmiro e ainda rodou por outras equipes brasileiras, como Bahia, Ceará e Chapecoense. Ele disputou a Série B do ano passado pelo São Bento.

Willen

Willen foi revelado na base do Vasco, mas pouco atuou pelo time principal do clube carioca. Ele chegou a jogar na Europa, mas fez sucesso mesmo na Tailândia. O atacante atuou por dois clubes do futebol tailandês, passou ainda pela Arábia Saudita, pelo Omã e agora defende o Sisaket, também da Tailândia.

Luís Guilherme

Luís Guilherme chegou a ser apontado como sucessor de Jefferson no gol do Botafogo. Porém, não se firmou no time alvinegro. Ele atuou por outras equipes do Rio, como Boavista, Bangu e São Gonçalo, e se formou em psicologia. Neste ano, fechou com o Itumbiara, de Goiás.